PSD/Açores interpela Governo sobre agricultura, depois da Federação Agrícola ameaçar fazer manifestações

PSD/Açores interpela Governo sobre agricultura, depois da Federação Agrícola ameaçar fazer manifestações

 

Lusa/AO Online   Regional   4 de Mai de 2017, 19:24

O grupo parlamentar do PSD/Açores anunciou hoje que vai interpelar o Governo Regional, na sessão plenária marcada para 16 de maio, sobre a situação no setor agrícola, que os sociais-democratas consideram estar a "atravessar uma crise".

"O PSD/Açores tem alertado para as consequências da política do executivo regional num setor que é estratégico para a economia açoriana, nomeadamente ao nível do rendimento dos produtores e na diversificação de produtos e de mercados", alerta, em comunicado, a bancada social-democrata na Assembleia Legislativa dos Açores.

O anúncio da interpelação do PSD surge dias depois do presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, ter ameaçado avançar com "manifestações" em todas as ilhas dos Açores, em sinal de desagrado com a atual política agrícola regional.

"Os agricultores passam, se calhar, a pior fase nos últimos 20 anos, em termos de rendimento do setor leiteiro", denunciou, em conferência de imprensa, em São Miguel, aquele dirigente agrícola, que exige "soluções" por parte do executivo socialista açoriano.

Um dos motivos para o desagrado do presidente da Federação Agrícola, prende-se com o facto da lavoura açoriana ter perdido oito milhões de euros de ajudas comunitárias, no âmbito do POSEI (medidas específicas no domínio agrícola), alegadamente por responsabilidade do Governo Regional.

"Perdemos oito milhões de euros em termos de ajudas. E isso, obviamente, é uma quantidade exorbitante", reclamou Jorge Rita, defendendo que o executivo devia aumentar "substancialmente" as verbas do Orçamento Regional para o setor agrícola, para "acautelar estas situações".

Esta alegada perda de ajudas comunitárias, por parte da lavoura açoriana, deve-se ao facto de ter havido um "crescimento natural das produções", que não foi acompanhado, no entanto, pelo devido aumento dos apoios financeiros à produção, ao transporte e ao abastecimento.

Para o PSD/Açores é também "inaceitável" que o Governo Regional continue a responsabilizar Bruxelas e a Comissão Europeia pela "falta de uma estratégia regional de defesa da economia rural açoriana".

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.