PSD/Açores insiste na "assunção real" dos custos da tripolaridade

PSD/Açores insiste na "assunção real" dos custos da tripolaridade

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   28 de Mar de 2017, 15:41

O líder do PSD/Açores afirmou que a compensação pelos custos da tripolaridade da universidade açoriana "não tem tido a tradução orçamental devida" por parte do executivo regional do PS.

"Esta assunção política da responsabilidade regional na compensação destes custos de tripolaridade para a Universidade dos Açores não tem tido a tradução orçamental devida. Isto é, enquanto se assume que politicamente a região deve apoiar estes custos de tripolaridade no orçamento regional, os 800 mil euros que a universidade reclama e que provou que seriam necessários nunca são votados", afirmou Duarte Freitas.

O líder regional do PSD falava aos jornalistas no polo de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, após uma reunião com o reitor da academia açoriana.

Duarte Freitas disse que os custos decorrentes da tripolaridade da academia, que tem polos nas ilhas de São Miguel, Terceira e Faial, já foram estudados pela Universidade dos Açores, "estão apresentados em relatório e estão estimados em cerca de 800 mil euros".

"Ainda no último Plano e Orçamento discutido recentemente, o PSD/Açores apresentou uma proposta de reforço destas verbas para que possamos atingir um valor que a universidade estima necessário e, infelizmente, essa proposta foi mais uma vez chumbada pela maioria. Não é a primeira vez que a apresentamos e não é a primeira vez que é chumbada", sustentou.

Duarte Freitas garantiu que os social-democratas vão continuar a defender que, "além da assunção política do apoio à tripolaridade, possa haver a assunção real em termos orçamentais", e acrescentou que o partido vai insistir na apresentação de propostas neste sentido.

O responsável manifestou-se ainda preocupado com as taxas de abandono e insucesso no sistema escolar da região.

"O abandono e o insucesso escolar nos Açores atingem taxas recordes e têm consequências para toda a sociedade e gerações. E tem consequências, por via indireta, na Universidade dos Açores, porque a captação de alunos para frequentarem a academia é bastante menor", sustentou ainda Duarte Freitas.

Para o líder do PSD/Açores, a Universidade dos Açores "é uma instituição crucial e primordial na construção da autonomia".

"Teve um papel histórico e ainda hoje tem uma importância muito grande na formação e divulgação da cultura, e também naquilo que é a institucionalização de uma maneira de ser açoriana, no âmbito também da ciência e investigação", acrescentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.