PSD/Açores avança com programa para contratar jovens qualificados

PSD/Açores avança com programa para contratar jovens qualificados

 

LUSA/AO online   Regional   7 de Jun de 2017, 19:24

O PSD/Açores vai colocar à discussão pública uma iniciativa de rejuvenescimento na administração pública regional, denominada "Programa Gerações", que visa contratar jovens qualificados para os quadros da função pública, anunciou hoje o partido.

O líder do partido, Duarte Freitas, que falava na abertura do colóquio sobre solidariedade intergeracional promovido pelo PSD/Açores, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, disse que o programa prevê que, durante dois anos, os funcionários públicos com 60 ou mais anos de idade, que assim o desejem, possam antecipar a sua aposentação, com “condições financeiras mais atrativas, em vez de serem fortemente penalizados no cálculo da reforma como são atualmente”.

“O Programa Gerações é assim um instrumento de apoio a todos os funcionários públicos que desejem reformar-se mais cedo, de modo a estarem com a família ou a dedicarem o seu tempo a atividades em prol da comunidade”, declarou o presidente dos social-democratas açorianos.

Duarte Freitas adiantou que, simultaneamente, a iniciativa “constitui uma janela de oportunidade que se abre” para os jovens açorianos, integrando “novos valores e capacidades” nos quadros da administração pública regional.

“Esta proposta do PSD/Açores tem ainda uma terceira virtude, que é não representar qualquer acréscimo de despesa para o Orçamento regional. Em suma, com esta proposta, o PSD/Açores pretende dar uma nova esperança à juventude açoriana, combater o desemprego jovem e cumprir um desejo de muitos funcionários públicos”, declarou o dirigente.

Para Duarte Freitas, os obstáculos à reforma antecipada “desejada por muitos funcionários públicos” constituem igualmente um “bloqueio à contratação de jovens para a administração pública”, o que “não contribuiu para que se promova a solidariedade intergeracional, bem pelo contrário”.

“O que temos são duas gerações prejudicadas: os funcionários públicos com mais de 60 anos são obrigados a trabalhar cada vez mais; e os jovens qualificados não têm oportunidade para ingressar na administração pública. Ou seja, não se incentiva o envelhecimento ativo e adia-se o futuro de muitos jovens açorianos”, afirmou Duarte Freitas.

O líder do PSD/Açores destacou que apesar da atual geração de jovens açorianos ser a “mais qualificada de sempre, continua a ver o seu futuro adiado em sucessivos estágios ou programas ocupacionais”.

“A prova disso é que a taxa de desemprego jovem nos Açores aumentou, contrariando a tendência verificada nos restantes escalões etários”, acrescentou.

Citando dados do Instituto Nacional Estatística (INE), relativos ao primeiro trimestre deste ano, Duarte Freitas declarou que a taxa de desemprego jovem nos Açores aumentou para 30 por cento, sendo superior à média nacional.

“Significa isto que quase um em cada três jovens nos Açores está desempregado. Isto apesar de todos os programas ocupacionais que existem e em que os jovens sentem a precariedade da própria precariedade”, concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.