PSD/Açores agenda diretas para 24 de fevereiro e congresso para março

PSD/Açores agenda diretas para 24 de fevereiro e congresso para março

 

AO/Lusa   Regional   14 de Dez de 2014, 14:06

O Conselho Regional do PSD/Açores anunciou este domingo que agendou eleições diretas para a presidência do partido para o dia 24 de fevereiro e a realização do XXI congresso para 20 a 22 de março.

 

"Por proposta do presidente do PSD/Açores [Duarte Freitas], e tal como previsto nos Estatutos, o Conselho Regional agendou as eleições diretas para a presidência do partido para o próximo dia 24 de fevereiro de 2015 e o XXI Congresso do PSD/Açores para os próximos dias 20, 21 e 22 de março de 2015, na ilha de São Miguel", lê-se num comunicado hoje divulgado.

O Conselho Regional do PSD/Açores esteve reunido no sábado à noite em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, tendo hoje divulgado um comunicado com as conclusões desta reunião.

Duarte Freitas já anunciou que se recandidata ao cargo, visando ser o candidato do PSD à presidência do Governo dos Açores nas eleições legislativas regionais de 2016.

O presidente do PSD/Açores criou em fevereiro deste ano um Conselho Consultivo de Independentes, coordenado pelo escritor Joel Neto, que está a fazer um "diagnóstico transversal" do arquipélago para avançar com propostas para um "novo modelo e governação".

Duarte Freitas pretende verter o resultado do trabalho deste conselho na moção que levará ao próximo congresso do partido e, a seguir, nos programas eleitorais e de governo com que os sociais-democratas se apresentarão às eleições de 2016.

O atual presidente do PSD/Açores foi eleito para o cargo nas diretas de dezembro de 2012, sucedendo a Berta Cabral, hoje secretária de Estado da Defesa.

Duarte Freitas foi então o único candidato a presidir ao PSD/Açores, não havendo também agora, e até ao momento, outro candidato conhecido.

No mesmo comunicado divulgado hoje, o partido lamenta "a forma despropositada e insultuosa com que a generalidade dos dirigentes governamentais [da região] se tem dirigido ao presidente do PSD/Açores ou a muitos dirigentes sociais-democratas açorianos que desempenham funções públicas, como é o caso dos deputados, dos presidentes de câmara e de junta de freguesia, entre outros".

"Os problemas que milhares de famílias e empresas dos Açores enfrentam não se compadecem com a linguagem e a atitude de ataque permanente à oposição. Os açorianos precisam de um Governo Regional que pense mais na região e menos na oposição", diz a direção do PSD açoriano, reiterando uma posição que já havia sido tomada publicamente por Duarte Freitas.

Após o debate parlamentar do Orçamento dos Açores para 2015, no final de novembro, Duarte Freitas lamentou a forma como foi atacado, sobretudo, pelo presidente do Governo Regional, o socialista Vasco Cordeiro.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.