PSD/Açores acusa Governo Regional de não cumprir promessas

PSD/Açores acusa Governo Regional de não cumprir promessas

 

LUSA/AO online   Regional   8 de Set de 2015, 16:35

O deputado do PSD/Açores Luís Rendeiro criticou hoje a reação dos dirigentes socialistas às declarações do líder social-democrata sobre a vinda de companhias de baixo custo para a ilha Terceira, acusando o Governo Regional de não cumprir promessas

"Se o PS cumprisse aquilo que prometeu, a ilha Terceira não estaria na situação em que se encontra, estaria, isso sim, preparada para responder aos grandes desafios que tem pela frente", salientou, em comunicado.

Luís Rendeiro deu como exemplos de promessas que ainda não foram cumpridas pelo Governo Regional a construção de um cais de cruzeiros em Angra do Heroísmo, a construção de uma nova biblioteca na cidade e a implementação de um centro de radioterapia no Hospital da Ilha Terceira, bem como a construção de um Parque de Exposições e de um Parque Tecnológico na ilha.

Na segunda-feira, o PS/Açores, pela voz do deputado André Bradford, disse que o líder regional social-democrata, Duarte Freitas, devia "um pedido de desculpas" aos açorianos por ter "anunciado como facto consumado" a entrada de companhias 'low cost' na ilha Terceira.

Para Luís Rendeiro, o tom utilizado pelo dirigente socialista foi "absolutamente desbragado e desprovido de razoabilidade".

Duarte Freitas anunciou a 10 de julho que as companhias aéreas de baixo custo começariam a voar para a ilha Terceira "a breve trecho", mas no final de agosto as duas transportadoras aéreas que já voam para a ilha de São Miguel disseram que não o iriam fazer.

Ainda assim, na semana passada, o líder regional do PSD reafirmou a confiança de que a ilha Terceira teria voos ‘low cost’ "a breve trecho", o que levou André Bradford a acusá-lo de ter defraudado "conscientemente" as expetativas dos terceirenses.

Para Luís Rendeiro, o PS deveria estar mais preocupado em explicar "porque é que a SATA não tem lugares nos voos para a Terceira e para muitas das ilhas da Região" e porque é que as tarifas da Terceira para Lisboa "chegam aos 600 euros".

"Sobre isso, o silêncio é revelador da impreparação e da irresponsabilidade que grassa no Governo Regional", acusou.

O deputado social-democrata disse que ficaram também por explicar "as dívidas a fornecedores da Atlânticoline, a situação de falência técnica da Transmaçor e a dívida do próprio Governo Regional à Atlânticoline", acrescentando que os socialistas deviam pedir ao Governo Regional que "mostrasse os estudos que diz existirem sobre a construção de dois navios".

Luís Rendeiro criticou, também, a escolha de André Bradford como porta-voz do PS nesta matéria, alegando que foi "um dos antigos governantes que mais ludibriou a ilha Terceira e os açorianos".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.