PS quer conhecer benefícios do acordo com a UTC


 

Ana Carvalho Melo   Regional   24 de Abr de 2015, 19:37

O PS/Ponta Delgada exige que José Manuel Bolieiro esclareça os cidadãos de Ponta Delgada sobre quais os benefícios que o interesse público retira de um acordo anunciado esta sexta-feira.

Em nota enviada à comunicação social o PS/Ponta Delgada afirma que o "acordo" entre o município e a União de Transportes dos Carvalhos (UTC) "implica que o erário municipal pague uma indemnização de 300 mil euros a uma empresa privada, acrescidos de 40 mil euros de custas judiciais" para além do "referido acordo prever, ainda, a cedência de parqueamento gratuito das viaturas num parque municipal".
Recordando que José Manuel Bolieiro era vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada à data da anulação do concurso público de transporte em "minibuses" na cidade, o PS considera "fundamental que a autarquia esclareça, ainda, o papel que desempenhou na venda dos 10 minibuses da UTC à empresa Varela".

Na mesma nota o PS/Ponta Delgada refere que "pretende ainda saber quem vai assumir a responsabilidade política do prejuízo provocado à Câmara Municipal de Ponta Delgada e aos munícipes".

"Não basta José Manuel Bolieiro surgir, seráfico, numa conferência de imprensa a anunciar que chegou a um acordo que beneficia todas as partes quando, na realidade, o que parece é que o dito acordo prejudica o interesse e o erário público e apenas acautela os interesses dos privados, nomeadamente, a UTC e a empresa Varela", afirma o PS, acrescentando: "os cidadãos de Ponta Delgada merecem e exigem um cabal esclarecimento, até porque Berta Cabral e José Manuel Bolieiro são os primeiros responsáveis pela nebulosa que envolve este processo".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.