PS/Madeira quer comissão de inquérito para apurar responsabilidade na situação Banif

PS/Madeira quer comissão de inquérito para apurar responsabilidade na situação Banif

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Jan de 2016, 14:10

O líder da bancada do PS na Assembleia da Madeira afirmou que o partido vai apresentar, esta semana, no parlamento regional, uma proposta de criação de uma comissão de inquérito para analisar a resolução do Banif.

 

"O processo da resolução do Banif foi uma questão de certa forma célere, mas que deixa entre parêntesis muitas dúvidas", disse Jaime Leandro à agência Lusa.

Jaime Leandro sublinhou que "são sempre os contribuintes que acabam por sofrer com estas operações", adiantando que "no caso do Banif já lá vão 4.000 milhões de euros", defendendo que "convirá escalpelizar as responsabilidades e apurar quem é que esteve por detrás de tudo isto".

O líder da bancada socialista argumentou que o Banif é um banco nacional, com sede no Funchal, que "teve bastante exposição naquela que foi a estratégia de desenvolvimento da Madeira, que financiou as grandes obras do regime, que contou com cumplicidades muito apertadas dentro do próprio PSD [madeirense] e também que tem grande exposição em empresas públicas".

"Há deputados que ainda hoje estão nesta casa [Assembleia Legislativa da Madeira] que tiveram grandes responsabilidades ao nível de direção no Banif e há uma cumplicidade entre o mundo da alta finança e da política que nós também gostaríamos de ver esclarecida", declarou o dirigente socialista regional.

E o líder do grupo parlamentar do PS/Madeira deu como exemplo o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Tranquada Gomes, recusando "lançar anátemas sobre ninguém" ou "fazer julgamentos apriorísticos".

"Há mais, mas este já chega para exemplificar aquelas que são as nossas apreensões", sublinhou, destacando que o objetivo "não é fazer processos de intenções contra ninguém, mas tão simplesmente exemplificar que há elevadas figuras do PSD que estiveram ligadas ao mundo da finanças".

Segundo Jaime Leandro, o objetivo da comissão de inquérito será "perceber quais as cumplicidades entre o poder regional e o Banif, qual e quanto foi a exposição do Banif aos investimentos públicos", mencionando que o partido está a "ultimar a argumentação política e conta apresentar na Assembleia [da Madeira] até sexta-feira" esta proposta.

Para o responsável do PS/M é preciso "apurar em que medida uma estratégia de desenvolvimento de um governo regional, que já caiu [liderado pelo PSD/Madeira de Alberto João Jardim], poderá ter influenciado a queda do próprio Banif, porque apostou no setor imobiliário".

Jaime Leandro realçou que é necessário "perceber toda esta situação para que não volte a acontecer o mesmo".

"Como já se percebeu houve um problema com o BPN, com o BES, agora com o Banif e este é um episódio que nunca mais acaba e os contribuintes sempre a meter dinheiro do seu bolso", apontou.

O responsável socialista insular concluiu ser "altura de dizer basta e, portanto, apurar responsabilidades para no futuro não haver novos Banif, novos BPP, novos BES e novos BPN".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.