Política

PS diz que as propostas do PSD para o Plano e Orçamento resultam de "cálculos errados"

PS diz que as propostas do PSD para o Plano e Orçamento resultam de "cálculos errados"

 

Lusa/AO online   Regional   24 de Nov de 2011, 13:57

O PS/Açores não vai apoiar as propostas que o PSD apresentou para o Plano e Orçamento de 2012 da região porque resultam de "cálculos errados" relativamente às despesas da administração regional, disse hoje o presidente do grupo parlamentar socialista.
"Ficamos muito surpreendidos com o teor das propostas apresentadas pelo grupo parlamentar do PSD, tendo em conta que incidem apenas em 0,2% da despesa do orçamento", referiu Berto Messias, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo.

As propostas apresentadas pelo PSD visam uma redução de despesas até 20 milhões de euros, mas, segundo os socialistas, referem-se a rubricas que ascendem apenas a quatro milhões de euros.

"As tão faladas ‘gorduras’ representam afinal 0,2% da despesa do orçamento", disse Berto Messias, acrescentando que esperava mais "rigor e responsabilidade" por parte do partido da oposição no teor das propostas apresentadas.

"Depois de imenso aparato mediático e de o PSD/Açores anunciar as propostas como se fossem curas para todos os males, percebemos que são propostas que resultam de cálculos errados", frisou o deputado.

Berto Messias disse que o PS/Açores "não pode apoiar estas propostas" e que, apesar de os socialistas estarem "disponíveis para apoiar as propostas de todos os partidos", só o farão "se forem sérias" e "tecnicamente sustentáveis".

O responsável realçou o "esforço que o Governo faz já há vários anos na redução dos gastos da administração regional" e o facto de o orçamento para 2012 prever uma redução de 34 milhões de euros.

Segundo o deputado, no âmbito do sector empresarial o executivo vai reduzir 15% os custos das administrações e 40% da participação nas empresas públicas.

O presidente do grupo parlamentar do PS exigiu "coerência" e criticou o PSD e "a sua líder", Berta Cabral, por gastarem "vergonhosamente o dinheiro dos seus munícipes em promoção pessoal".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.