PS/Açores diz que desigualdades entre empresas públicas são culpa do Governo da República

PS/Açores diz que desigualdades entre empresas públicas são culpa do Governo da República

 

Lusa/AO Online   Regional   3 de Mar de 2015, 05:29

O dirigente do PS/Açores Francisco César disse hoje que quem introduziu desigualdades salariais entre as empresas públicas foi o Governo da República, acusando os Trabalhadores Sociais-democratas (TSD) açorianos de desconhecimento.

Os TSD/Açores acusaram hoje o Governo açoriano de “discriminar" trabalhadores do setor público empresarial regional "em razão da empresa onde trabalham” na atribuição da remuneração complementar que existe no arquipélago.

Como referiram os TSD, em três empresas (SATA, Portos dos Açores e na elétrica regional EDA), não há limite salarial para atribuir remuneração complementar aos trabalhadores, enquanto nas restantes, só recebe este suplemento salarial quem recebe até 2.080 euros de ordenado.

O socialista Francisco César considerou estas declarações dos TSD açorianos "desorientadas" e reveladoras de "desconhecimento", explicando que "essa restrição" de atribuição da remuneração complementar "decorre exatamente daquilo que o Governo da República impôs às empresas públicas nacionais", ou seja, considerou que "apenas estavam isentas de cortes salariais as empresas do ramo dos transportes e da energia" (que operam em mercados concorrenciais).

O Governo Regional do PS repôs "aquilo que o Governo da República permitiu", sublinhou Francisco César, em declarações reproduzidas pelo partido.

O socialista lembrou ainda que, com a remuneração complementar que atribui ao setor público na região, o Governo açoriano compensa cortes salariais nacionais impostos pela coligação PSD/CDS.

"Temos feito aquilo que sempre fizemos, apoiámos quando o Governo da República desapoiou e vamos ao máximo das competências que a legislação nos permite para apoiar as famílias e os açorianos", vincou.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.