Próxima cimeira de líderes de países do sul da União Europeia realiza-se em Portugal

Internacional /
Alexis Tsipras

900 visualizações   

A próxima cimeira de chefes de Estado e de Governo de países do sul da União Europeia (UE), que sucede ao encontro de hoje na Grécia, vai acontecer em Portugal, revelou o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.
 

Falando na conferência de imprensa que fechou a reunião de hoje em Atenas, capital grega, Tsipras adiantou que esta "iniciativa de diálogo e coesão" dos vários países do sul da Europa vai ter continuidade num encontro a decorrer em Portugal, não tendo o chefe do executivo helénico avançado com uma data para o encontro.

Depois, Costa sublinhou a importância do encontro de hoje e prometeu que a segunda cimeira do género, que acontecerá em Lisboa, merecerá total empenho da parte do Governo.

"Este encontro, a que tenho o prazer de dar continuidade brevemente em Lisboa, visa contribuir para a unidade da Europa", vincou o chefe do executivo, numa ideia já transmitida ao começo da tarde em declarações aos jornalistas portugueses presentes em Atenas.

A reunião de hoje, promovida por Atenas, contou, para além do primeiro-ministro helénico, Alexis Tsipras, e do seu homólogo português, com os chefes dos executivos de Chipre, França, Itália e Malta, e com um representante do executivo espanhol.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, foi também convidado para a cimeira mas não marcou presença porque o executivo espanhol está em gestão e a agenda internacional do chefe do Governo limita-se a cimeiras imprescindíveis. Rajoy estará presente, contudo, na reunião europeia informal de 16 de setembro em Bratislava, encontro no qual o Reino Unido não irá participar e em que será debatido o futuro da União após o ‘Brexit' (saída do Reino Unido da UE).

Combater o terrorismo e potenciar o crescimento económico e o emprego foram duas matérias abordadas no encontro, do qual surgirá ainda hoje uma declaração final a disponibilizar aos jornalistas.