Providência cautelar a pedir suspensão das eleições no Santa Clara foi retirada

Providência cautelar a pedir suspensão das eleições no Santa Clara foi retirada

 

Arthur Melo   Futebol   2 de Jun de 2015, 12:53

O subscritor da providência cautelar, interposta na passada sexta-feira no TRibunal de Ponta Delgada, retirou-a na manhã desta terça-feira, dia 2 de junho

No documento a que o "Açoriano Oriental" teve acesso, lê-se que o subscritor, Pedro Miguel Ferreira Botelho, pretende "desistir dos pedidos formuladosno presente procedimento cautelar".

A sentena determina, assim, "válida a desistência do pedido", ficando sem efeito o procedimento que visava suspender a Assembleia Geral Eleitoral no Clube Desportivo Santa Clara para o dia 3 de junho.

Carlos Costa Martins, presidente da Mesa da Assembleia Geral, anunciou segunda-feira à noite que iria desencadear um novo processo eleitoral que, de acordo com os prazos legais estabelecidos pelos estatutos do clube, agendam as eleições para um espaço de 15 dias.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.