Protecção Civil não compete apenas ao Governo diz presidente


 

Lusa / Ao online   Regional   15 de Dez de 2007, 10:45

O presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) lembrou hoje à noite que não é apenas ao Governo Regional que compete assegurar a Protecção Civil no Arquipélago.
    Falando na sessão de abertura de um colóquio intitulado "Sociedade, Cultura e Risco", o tenente-coronel António Cunha lembrou que a prevenção do risco é também um papel de todos os açorianos.

    O responsável pela Protecção Civil nos Açores lembrou que o executivo local tem investido em meios técnicos e humanos, quer na prevenção, quer no combate a catástrofes mas advertiu que qualquer cidadão é também um "agente" da Protecção Civil, deve saber qual o seu papel neste contexto e estar preparado para actuar.

    "Neste complexo sistema, há outros intervenientes que não podemos esquecer", adiantou ainda António Cunha, referindo-se às Comissões Locais de Protecção Civil, que actuam em cada concelho dos Açores.

    Na altura, o presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros destacou o papel desenvolvido pela Comissão Local de Protecção Civil da Horta (onde decorre o colóquio), lembrando que é das poucas que reúne semestralmente e cujos seus elementos sabem qual o seu papel e como devem intervir.

    O colóquio, que reúne mais de duas dezenas de especialistas regionais e nacionais ligados à Protecção Civil, vai também debater, durante três dias, duas catástrofes naturais ocorridas na Ilha do Faial nos últimos 50 anos e tentar saber se há relação entre ambas.

    Trata-se do Vulcão dos Capelinhos, (ocorrido há precisamente meio século - 1957) e o terramoto de Julho de 1998, fenómenos que tiveram grandes repercussões na vida de muitos açorianos.

    A intenções dos especialistas é debruçar-se sobre a forma como estas crises foram superadas e que consequências tiveram para as populações.

    O colóquio, organizado pela Secretaria Regional da Habitação e Equipamentos, conta com a colaboração do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e da Câmara Municipal da Horta.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.