Projeto municipal permite leitura gratuita de jornais em escolas de Ponta Delgada

Projeto municipal permite leitura gratuita de jornais em escolas de Ponta Delgada

 

Lusa/AO Online   Regional   24 de Fev de 2016, 16:22

O projeto municipal "Ler no dia", que arrancou em 2015, abrangendo 2.250 alunos de escolas do 1º. ciclo de Ponta Delgada, Açores, vai chegar às secundárias do concelho, permitindo a leitura gratuita, nas bibliotecas, das edições diárias de matutinos.

 

“O projeto começou por se destinar às escolas do 1º ciclo do ensino básico da rede concelhia e agora tem um prolongamento às bibliotecas do ensino secundário”, explicou o vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Fernando Marques Fernandes, em declarações à Lusa.

A Câmara de Ponta Delgada assinou hoje um protocolo com escolas secundárias do concelho com vista a estender o projeto "Ler no dia" às três secundárias do concelho.

O vice-presidente da câmara disse que o projeto "abrangeu inicialmente 2.250 alunos das escolas básicas e integradas Canto da Maia, Roberto Ivens, Capelas e Ginetes", mas, dado o interesse manifestado pelas bibliotecas das escolas secundárias públicas do concelho, a iniciativa estende-se agora a mais estabelecimentos de ensino.

"Assim, temos a possibilidade de reforçar as bibliotecas das escolas secundárias com as assinaturas de dois exemplares do matutino Açoriano Oriental e dois exemplares do Correio dos Açores", salientou.

Fernando Marques Fernandes explicou que o projeto “Ler no dia” se materializa de "uma forma simples, em que a câmara subscreve a assinatura de dois exemplares dos dois jornais diários de São Miguel e as bibliotecas começam a receber todos os dias as edições atualizadas" dos matutinos que as disponibilizam aos alunos e aos professores.

Trata-se de "um projeto pedagógico em que a câmara tem esta intervenção, subsidiando a ação pedagógica das escolas e fomentando melhores hábitos de leitura, designadamente através da imprensa escrita do concelho”, frisou o vice-presidente da câmara, acrescentando que a iniciativa permite também a concretização de projetos pedagógicos a partir dos jornais diários.

"E é isto que importa: fazer com os jornais sejam um instrumento pedagógico ao serviço das escolas, dos professores e dos alunos através das bibliotecas escolares", sublinhou.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.