Projeto de May sobre direitos de cidadãos tem pouca ambição e clareza

Projeto de May sobre direitos de cidadãos tem pouca ambição e clareza

 

LUSA/AO online   Internacional   26 de Jun de 2017, 19:41

O responsável da União Europeia (UE) para as negociações do 'Brexit', Michel Barnier, pediu hoje mais ambição e clareza à primeira-ministra britânica, Theresa May, que apresentou hoje um documento sobre o estatuto dos cidadãos europeus após o 'Brexit'

"Objetivo da UE para os direitos dos cidadãos: um nível de proteção semelhante ao do direito europeu" escreveu Barnier na sua conta na rede social Twitter.

"É preciso mais ambição, clareza e garantias do que as que a proposta de hoje contém", sublinhou May divulgou hoje, em Londres, os detalhes da proposta que tinha apresentado na quinta-feira no Conselho Europeu sobre o estatuto dos cidadãos da UE que residem no Reino Unido, uma vez concretizado o "divórcio" do bloco europeu.

"Desejo tranquilizar toda a gente dizendo que, ao abrigo deste projeto, não será pedido a nenhum cidadão europeu que se encontre legalmente no Reino Unido que o deixe no momento em que o país deixar a UE", disse a primeira-ministra.

Esta é uma das prioridades traçadas por Bruxelas nas negociações do 'Brexit' e afeta 3,2 milhões de residentes da UE que não sabem qual será o seu futuro uma vez concluída a saída.

Na UE, por seu lado, residem 1,2 milhões de britânicos.

Segundo o projeto hoje divulgado, uma vez assinado o tratado de saída, os residentes oriundos dos 27 Estados-membros da UE terão que requerer um novo estatuto.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.