Projeto cria pontes entre habitantes de Ponta Delgada, Açores e património

Regional /
Torre Sineira da Câmara de Ponta Delgada

1191 visualizações   

A cooperativa Kairós desenvolve entre 20 e 24 de março um projeto que pretende criar pontes entre os habitantes de Ponta Delgada e o património e promover a participação dos jovens em várias formas de arte.
 

 

"Este projeto multidisciplinar tem como objetivo um encontro e uma partilha entre saberes, pensamentos, ideias e criadores", disse Diana Diegues, do Gabinete de Criações Periféricas da Kairos - Cooperativa de Incubação de Iniciativas de Economia Solidária, em declarações à agência Lusa.

Diana Diegues disse que o evento "Pontes -- Gramáticas da Criação", aprovado pela direção regional da Cultura, terá dois momentos, um deles dedicado aos jovens e crianças que fazem parte de projetos que a cooperativa desenvolve, através da realização, nas manhãs dos dias 20 a 24 de março, de cinco oficinas, com workshops de arquitetura, fotografia, gravura, cinema e escrita.

"Num outro momento aberto ao público, que decorrerá a partir das 18:30 locais (mais uma hora em Lisboa) vários criadores vão apresentar os seus trabalhos em diversos locais" da cidade de Ponta Delgada, em São Miguel, e assim promover uma troca de ideias", disse, acrescentando que a população "é convidada" para exposições, sessões de literatura, poesia e música com o objetivo de "criar pontes entre os habitantes e o património".

Diana Diegues disse que foram "escolhidos sítios específicos" para a realização destas exposições, dos concertos e das sessões de poesia, nomeadamente a fábrica de açúcar Sinaga, no centro da cidade, que "contribuiu para o desenvolvimento da cidade e faz parte de muitas gerações em Ponta Delgada", estando também agendado um concerto na igreja da Mãe de Deus, com vista sobre a cidade, e de "grande valor patrimonial", entre outros locais.

"A cidade tem um património muito importante e muitas vezes as pessoas que cá moram não dão conta dele", salientou, indicando que as linhas gerais desta iniciativa foram concebidas por João da Ponte, já falecido, que criou o Gabinete de Criações Periféricas da Kairos, que integra atualmente a cooperativa Cresaçor.