Programa espacial russo procura salto qualitativo


 

Lusa / AO online   Internacional   27 de Jul de 2010, 11:45

O programa espacial russo encontra-se numa encruzilhada fulcral do seu desenvolvimento, sendo necessário um salto qualitativo neste campo, defendem os especialistas.
Anatoli Kroteev, Presidente da Academia da Cosmonáutica da Rússia, considera que a revolução na indústria espacial passa pelo fabrico de novos módulos equipados com motores nucleares.

“No ano passado, na Rússia foi dado um passo extremamente importante com a decisão do Presidente de ordenar o fabrico de um módulo espacial de transporte movido a energia nuclear”, declarou Kroteev, num encontro realizado com os jornalistas na segunda-feira, antes partida de dois cosmonautas russos para a Estação Espacial Internacional (EEI), prevista para hoje.

No dia em que se comemora o 10.º aniversário da criação da EEI, Kroteev considera que essas novas tecnologias serão “entre dez e quinze vezes mais eficazes do que as actuais”.

Segundo o responsável, o objectivo é “fazer do Espaço uma base potencial para realizar uma revolução em várias áreas científicas”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.