Educação

Professores divididos entre alívio e frustração com o acordo alcançado


 

Lusa / AO online   Nacional   8 de Jan de 2010, 14:23

Alívio por finalmente haver paz nas escolas e frustração por um acordo insatisfatório foram duas reacções que a agência Lusa encontrou em escolas do país perante o entendimento assinado esta sexta-feira de madrugada entre os sindicatos de professores e o Governo.
O Ministério da Educação e as duas maiores estruturas sindicais, Fenprof e FNE, chegaram esta sexta-feira de madrugada a acordo sobre a revisão do Estatuto da Carreira Docente e da avaliação dos professores.

Numa ronda por algumas escolas do país hoje de manhã, muitos professores escusaram-se a fazer comentários por desconhecerem os termos do acordo, mas os que se pronunciaram dividiram-se entre o alívio e a frustração.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.