Produtores açorianos dizem que setor leiteiro está "à beira de uma grande crise"

Produtores açorianos dizem que setor leiteiro está "à beira de uma grande crise"

 

Lusa/AO Online   Regional   15 de Jun de 2015, 14:45

O presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, disse hoje que o setor leiteiro está "à beira de uma grande crise" e defendeu "pro-atividade" e articulação da região e do país na sua defesa junto de Bruxelas.

Para Jorge Rita, tanto o Governo Regional dos Açores como o executivo nacional têm de perceber, "de uma vez por todas", que é na União Europeia "que existe a decisão" em relação a possíveis ajudas ao setor do leite, cujo mercado ficou liberalizado a 01 de abril, com a extinção das quotas leiteiras.

O preço do leite pago aos produtores nos Açores, como no resto do país, tem vindo a cair nos últimos meses, para o que também está a contribuir o embargo russo aos laticínios europeus.

"Estamos à beira de uma grande crise no setor leiteiro, não só na região", disse Jorge Rita aos jornalistas, na Ribeira Grande, depois de ter recebido o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, na sede da Associação Agrícola de São Miguel, a que também preside.

Jorge Rita defendeu que a Região Autónoma tem, "de uma forma pró-ativa", de preparar "um dossiê" sobre este problema, para entregar ao executivo nacional e, por esta via, levar as preocupações em relação ao setor a Bruxelas.

"Todos estamos um pouco atrasados [na resposta ao problema], mas se não houver pro-atividade neste momento, a situação ainda poderá ser muito mais grave", acrescentou, defendendo um trabalho articulado entre os governos da região e do país no tratamento desta questão.

O secretário regional da Agricultura dos Açores, Luís Neto Viveiros, alertou hoje a ministra Assunção Cristas para "a gravidade do impacto" na região da "desregulação" do mercado do leite e pediu-lhe que apele à intervenção de Bruxelas.

Neto Viveiros enviou hoje uma carta à ministra da Agricultura, a que a Lusa teve acesso, para "reforçar o alerta para a gravidade do impacto nos Açores, ao nível económico, social e ambiental" da "desregulação persistente do mercado do leite e lacticínios" e para apelar a que interceda junto do comissário com esta pasta "no sentido de promover ajudas financeiras adicionais para fazer face à atual situação".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.