Problema dos "bancos demasiado grandes para falirem" tem de ser resolvido


 

Lusa/AO online   Economia   2 de Set de 2010, 18:35

O presidente da Reserva Federal norte-americana, Ben Bernanke, afirmou esta quinta-feira que a grande lição do “caos” nos mercados financeiros em 2008 é a urgência em resolver o problema das instituições financeiras demasiado grandes para falirem.
“Simples declarações de que o governo não vai apoiar estas firmas no futuro, ou restrições que tornem mais difícil disponibilizar ajuda, não serão credíveis só por si”, disse Bernanke, defendendo perante a Comissão de Inquérito à Crise Financeira, em Washington, o avanço da regulamentação.

“Se a crise tem uma lição única, é de que o problema dos `grandes demais para cair´ tem de ser resolvido”, afirmou.

Bernanke defendeu que a reforma da legislação financeira nos Estados Unidos (Dodd-Frank), juntamente com as renegociações do acordo de Basileia sobre requisitos de capital e liquidez das instituições financeiras constituem uma estratégia para lidar com o problema dos chamados “too big to fail”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.