Prisão preventiva para suspeito de duplo homicídio


 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Jul de 2010, 18:35

O homem de 37 anos que é suspeito de ter assassinado a tiro de caçadeira o pai e a madrasta, no concelho de Tondela, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, informou esta quinta-feira fonte judicial.
Durante a manhã desta quinta-feira, o alegado autor do duplo homicídio foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo entrado no Tribunal de Tondela perto das 9:30 de Lisboa e saído cerca das 13:00.

O Tribunal de Tondela entendeu aplicar-lhe a prisão preventiva como medida de coação, pela alegada prática de dois crimes de homicídio qualificado.

Fonte judicial informou que a medida cautelar foi aplicada por existir perigo de continuidade de actividade criminosa, servindo também para garantir a ordem pública.

Ao final da manhã de terça-feira, um casal de professores reformados foi assassinado a tiro de caçadeira, em Póvoa de Baixo, freguesia de Mouraz, no concelho de Tondela.

De acordo com o comandante do Destacamento da GNR de Santa Comba Dão, João Marques, o homem de 68 anos foi alvejado em casa e a mulher de 57 anos foi atingida no quintal da residência.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.