Principal suspeito de ataque em Turku, na Finlândia, ficou em prisão preventiva

Principal suspeito de ataque em Turku, na Finlândia, ficou em prisão preventiva

 

Lusa/AO online   Internacional   22 de Ago de 2017, 11:02

O principal suspeito de esfaquear mortalmente duas pessoas e ferir oito na sexta-feira em Turku, na Finlândia, foi colocado hoje em prisão preventiva no âmbito do inquérito por assassínios de natureza terrorista.

"O atacante de Turku é suspeito de assassínios e tentativas de assassínio com intenção terrorista e foi colocado em detenção" pelo tribunal de Turku, anunciou o Gabinete Nacional de Investigação através da rede social de mensagens curtas Twitter.

Abderrahman Mechkah, 18 anos, identificado como o principal suspeito daquele ataque ocorrido no centro da cidade do sudoeste da Finlândia, é um requerente de asilo marroquino, que chegou ao país em 2016.

Segundo os investigadores, o atacante visou deliberadamente mulheres. Duas finlandesas foram mortas e outras oito pessoas -- seis mulheres e dois homens -- ficaram feridas.

Se for confirmada a natureza terrorista do ataque, tratar-se-á do primeiro do tipo neste país nórdico.

Abderrahman Mechkan, que continua no hospital devido a ter sido atingido a tiro na coxa aquando da sua detenção, realizou a audiência no tribunal através de uma ligação vídeo.

O motivo do ataque ainda não é conhecido, mas segundo os serviços de informações finlandeses (Supo) o suspeito tinha sido sinalizado por radicalização.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.