Primeiros 10 meses de 2016 foram os mais quentes dos tempos modernos

Primeiros 10 meses de 2016 foram os mais quentes dos tempos modernos

 

Lusa/AO Online   Internacional   18 de Nov de 2016, 06:50

Os primeiros 10 meses do ano foram os mais quentes dos tempos modernos, enquanto outubro foi o terceiro mais quente desde 1880, disseram quinta-feira cientistas do Governo dos Estados Unidos.

“A temperatural global do ano (janeiro-outubro) permaneceu a mais alta no registo”, refere o relatório mensal da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA).

Os especialistas referem que 2016 deverá ser o ano mais quentes desde que há registos devido à queima contínua de combustíveis fósseis, que contribui para o aquecimento global, exacerbado pela tendência de aquecimento do oceano pelo El Nino, que terminou em julho.

“Desde janeiro e até agora, temos um recorde de aquecimento para 2016”, disse Jessica Blunden, cientista da NOAA.

Segundo a cientista, é provável que 2016 passe 2015 como o mais quente desde que há registos, salientando que as temperaturas podem diminuir nos próximos meses devido ao fenómeno climático El Nina.

“Os anos de 2016, 2015 e 2014 vão ser os anos mais quentes desde que há registos (1880)”, referiu.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.