Primeiro-ministro de Itália confirma 120 mortos no sismo de hoje


 

LUSA/AO online   Internacional   24 de Ago de 2016, 17:54

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, afirmou que o forte terramoto que hoje abalou o centro de Itália fez pelo menos 120 mortos e que muitas pessoas continuam desaparecidas.

"Existem pelo menos 120 vidas destruídas e não é um balanço definitivo”, disse o chefe do governo italiano durante uma conferência de imprensa na região de Rieti, não muito longe do epicentro do terramoto que teve uma magnitude de 6,2 na escala de Richter, segundo o centro norte-americano de monitorização da atividade sísmica mundial USGS, e de 6,0, segundo o Instituto de Geofísica italiano.

Matteo Renzi também informou da existência de pelo menos 368 feridos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.