Presidente do PS evoca "grande português" que marca a modernidade do país

Presidente do PS evoca "grande português" que marca a modernidade do país

 

Lusa/AO Online   Nacional   10 de Jan de 2017, 06:21

O presidente do PS, Carlos César, definiu Mário Soares não só como um "grande socialista", mas também como um "grande português", que marcou a modernidade do país com a sua "persistência, coragem, sabedoria e paciência".

 

"Acho que todos os portugueses, independentemente da sua condição partidária ou outras opções no plano cívico, reconhecem em Mário Soares uma referência essencial do Portugal moderno", sublinhou o presidente socialista, falando depois de homenagear Mário Soares, falecido no sábado.

Carlos César liderou uma comitiva do PS que foi ao Mosteiro dos Jerónimos homenagear o fundador do partido. Integravam a comitiva a secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, o líder da Juventude Socialista, Ivan Gonçalves, e a deputada e antiga secretária de Estado Elza Pais.

"Mário Soares, no seu tempo, e o seu tempo vai para além da sua vida, é uma figura marcante e decisiva", reiterou César, falando num tom emocionado.

Poucos minutos depois foi a vez da antiga presidente do PS Maria de Belém falar com a imprensa, recordando o "homem extraordinário" que foi Soares, pessoa "estimada não só em Portugal, mas também no estrangeiro".

"A noção de que a memória dele é tão forte, intensa e importante, que perdura, deve confortar-nos neste momento", declarou ainda a antiga candidata presidencial no sufrágio do ano passado.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.