Presidente do parlamento açoriano defende reflexão sobre afastamento da política

Presidente do parlamento açoriano defende reflexão sobre afastamento da política

 

LUSA/AO online   Regional   4 de Nov de 2016, 17:22

A presidente do parlamento dos Açores defendeu hoje um trabalho conjunto da Assembleia Legislativa, o Governo Regional e a sociedade para alcançar objetivos comuns, incluindo uma reflexão sobre o crescente afastamento e a indiferença para com a temática política

"Este trabalho conjunto deverá servir igualmente para refletirmos sobre o crescente afastamento e até indiferença para com a temática política e, principalmente, parlamentar”, afirmou Ana Luís, na tomada de posse do novo Governo Regional, liderado pelo socialista Vasco Cordeiro, na Horta, ilha do Faial.

Para a presidente do parlamento, “se é certo que as tecnologias de informação e os novos meios de comunicação podem e devem estar ao serviço da democracia, para diminuírem esse distanciamento, a verdade é que esta responsabilidade não é exclusiva dos que exercem funções públicas”.

Por isso, sublinhou, deve haver de todas as áreas da sociedade “um compromisso firme no combate ao desinteresse e em fazer a pedagogia da autonomia”.

Sem nunca se referir à abstenção recorde nas eleições legislativas regionais de 16 de outubro neste tipo de sufrágio (59,15%), Ana Luís considerou que “está em causa um dos pilares da democracia e o seu fortalecimento” deve ser um desiderato.

“Para o efeito, devemos continuar a trabalhar para construir pontes entre eleitos e eleitores, para darmos a conhecer o nosso trabalho, muito maior e mais profundo que aquele que muitas vezes passa para a opinião pública e publicada, para promovermos uma verdadeira política de abertura, para termos um parlamento efetivamente próximo dos açorianos”, adiantou.

Antes, ao presidente do Governo Regional, que hoje iniciou o segundo mandato, Ana Luís prometeu “lealdade institucional e uma estreita cooperação”.

“O Governo Regional, liderado pelo dr. Vasco Cordeiro, que hoje também tomou posse, resulta de uma maioria renovada que terá nesta assembleia toda a colaboração necessária para que possa responder às aspirações dos açorianos”, acrescentou.

Ana Luís disse ainda estar certa de que, apesar das “diferentes visões e opiniões políticas naturais e ideológicas”, todos saberão criar condições para superar “os desafios dos novos tempos e de uma sociedade cada vez mais globalizada”.

Aos deputados e membros do executivo, a presidente do parlamento referiu que a génese do seu trabalho “é o sentido de missão e responsabilidade perante” os eleitores.

“Hoje o que nos é exigido é um grande sentido de humanismo, de dedicação e verticalidade. O mandato que nos foi conferido deve ser, desta forma, encarado numa perspetiva de trabalho e dedicação à causa pública”, acrescentou a presidente da Assembleia Legislativa dos Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.