Presidente do Iraque afirma que Mossul deve ser libertada "nos próximos dias"

Presidente do Iraque afirma que Mossul deve ser libertada "nos próximos dias"

 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Mai de 2017, 11:50

O Presidente iraquiano, Fuad Masum, afirmou hoje que a cidade de Mossul deverá ser libertada "nos próximos dias" do controlo do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

 

Fuad Masum proferiu estas declarações durante a sessão de abertura do Fórum Económico Mundial sobre o Médio Oriente e Norte de África, que domingo termina na Jordânia.

"O Iraque conseguiu uma vitória decisiva sobre o terrorismo, mas esperamos nos próximos dias conseguir uma libertação completa de Mossul", disse Masum, sem acrescentar pormenores sobre a sua previsão.

Mosul foi invadida por militantes do EI em 2014 e desde então que as forças iraquianas, apoiadas por uma coligação liderada pelos EUA, tentam recuperar a cidade.

Masum convidou os investidores a vir para o seu país e ajudar na reconstrução de Mossul, descrevendo a escala de destruição da cidade como "horrenda".

Mais de 1.100 políticos e empresários reuniram-se no Mar Morto, na Jordânia, para encontrar formas de transformar as economias estagnadas do Oriente Médio e do Norte da África.

O encontro regional do Fórum Económico Mundial pretende incentivar o empreendedorismo e a inovação tecnológica para criar empregos no setor privado numa região com 30% de desemprego jovem.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.