Presidente do Governo dos Açores manifesta solidariedade a Saint-Martin

Presidente do Governo dos Açores manifesta solidariedade a Saint-Martin

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Set de 2017, 15:27

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, manifestou hoje ao seu homólogo de Saint-Martin “profundo pesar e solidariedade” pela destruição provocada pelo furacão Irma naquela região ultraperiférica.

“Pelas vítimas desta catástrofe natural e pelos elevados danos materiais que ocorreram na sua região, em meu nome e em nome do Governo dos Açores queira aceitar a sincera expressão do nosso profundo pesar e solidariedade da Região Autónoma dos Açores”, escreveu Vasco Cordeiro na mensagem enviada a Daniel Gibbes.

Segundo uma nota de imprensa do executivo regional, na mesma mensagem, Vasco Cordeiro refere que os povos das regiões insulares e ultraperiféricas, como Saint-Martin e os Açores, conhecem bem os efeitos destruidores das catástrofes naturais.

“Neste momento particularmente difícil para Saint-Martin faz ainda maior sentido o trabalho conjunto das regiões ultraperiféricas para que a União Europeia reconheça as características estruturais da ultraperiferia e tenha em especial consideração as consequências da sua maior exposição a cataclismos naturais”, acrescentou.

Alem dos Açores e Saint-Martin, integram as regiões ultraperiféricas a Madeira, a comunidade autónoma espanhola Canárias, e os territórios franceses Guiana, Guadalupe, Martinica, Maiote e Reunião.

O número de vítimas mortais devido à passagem do Irma, o mais poderoso furacão atlântico numa década, elevou-se hoje a dez, depois da morte de uma pessoa na ilha de Anguilla, nordeste das Caraíbas, informaram as autoridades.

Naquele território britânico de 15.000 habitantes, 90% das estradas estão intransitáveis, segundo a agência de gestão de emergências das Caraíbas.

A morte em Anguilla junta-se às oito registadas na parte francesa da ilha de São Martinho (Saint-Martin) e em São Bartolomeu (Saint Barthélemy), e a uma outra, de uma criança de dois anos, em Barbuda.

O Irma é, segundo o instituto meteorológico Météo France, o mais longo furacão de categoria 5 na escala de Saffir-Simpson alguma vez registado no mundo, mantendo-se nesse grau, com ventos de 298 Km/hora, há mais de 33 horas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.