Presidente da República lembra “lutador pela liberdade e democracia”


 

Lusa/AO online   Nacional   27 de Jan de 2018, 18:37

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou a morte do dirigente histórico do PS Edmundo Pedro, hoje, aos 99 anos, recordando-o como um “lutador pela liberdade e democracia”.


“O Presidente da República manifesta o seu pesar e apresenta as condolências à família e amigos de Edmundo Pedro, lutador pela liberdade e democracia, fundador e dirigente do Partido Socialista”, lê-se numa mensagem colocada no 'site' da Presidência.

Edmundo Pedro, militante antifascista, fundador e dirigente histórico do PS, morreu hoje, em Lisboa, aos 99 anos.

Nascido em 08 de novembro de 1918, no Samouco, concelho de Alcochete, Setúbal, foi preso pela primeira vez aos 15 anos, por participar na organização da greve geral de 1934.

Aderiu ao PCP na década de 1930, onde conheceu Álvaro Cunhal, o líder histórico dos comunistas portugueses, e foi, com o seu pai, Gabriel, um dos primeiros presos políticos do Campo de Concentração do Tarrafal, em Cabo Verde, em 1936.

Afastou-se do PCP em 1945, e participou em vários movimentos armados, para tentar derrubar o regime.

Em 1973, foi um dos fundadores do Partido Socialista, ao lado de Mário Soares.

Após o 25 de Abril, tornou-se deputado e foi também presidente da RTP, em 1977 e 1978.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.