Presidente da República convidado para presidir a reunião na ilha de Santa Maria

Presidente da República convidado para presidir a reunião na ilha de Santa Maria

 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Nov de 2016, 17:31

O Presidente da República foi convidado para presidir a uma reunião do Conselho de Ilha de Santa Maria, nos Açores, disse hoje à Lusa o presidente do organismo, Rui Arruda, que quer pôr este território na agenda nacional.

 

“Esta iniciativa surge porque é do conhecimento público a preocupação do chefe de Estado português para com as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, assim como com as populações das regiões do território nacional com maiores barreiras para o seu desenvolvimento inerentes à sua localização geográfica”, disse Rui Arruda.

Em cada uma das ilhas dos Açores funciona um órgão de caráter consultivo denominado Conselho de Ilha, criado por decreto legislativo regional, no qual têm assento presidentes das assembleias municipais e câmaras municipais, deputados eleitos para o parlamento dos Açores, representantes dos sectores empresarial, sindical e associações agrícolas, entre outros representantes da sociedade.

Rui Arruda considerou que a ilha de Santa Maria, sendo uma das mais pequenas dos Açores, “sofre da denominada dupla insularidade”, o que “provoca diversos constrangimentos” ao seu desenvolvimento.

“Qualquer cidadão nacional nutre um carinho enorme pela forma de estar do nosso Presidente da República. Sabemos da sua sensibilidade para questões específicas e decidimos enviar este convite para que visite Santa Maria, em articulação com as entidades regionais e também locais, designadamente autárquicas, e nos dê a honra de presidir a uma reunião do Conselho de Ilha, um órgão exclusivo das ilhas dos Açores”, referiu o conselheiro.

O responsável considerou que Santa Maria está em contraciclo com o desenvolvimento harmónico no contexto nacional, o que “gera consequências” na economia e “não contribui” para a fixação dos jovens na ilha.

“A presença do chefe de Estado na nossa ilha irá colocar Santa Maria na agenda política nacional”, declarou.

Rui Arruda frisou que, caso Marcelo Rebelo de Sousa aceite o convite, para além de permitir uma sensibilização acerca dos problemas com que a ilha se confronta, estará a "potenciar as suas mais-valias, que vão desde a sua beleza, costumes, cultura e carinho do povo".

“Da mesma forma como as regiões do interior têm muito mais problemas do que as regiões do litoral e dos grandes centros, as ilhas como Santa Maria têm questões muito específicas que devem ser olhadas de forma diferente. A adoção de políticas, dos mais variantes quadrantes, tomadas ao longo dos anos, não permitem o desenvolvimento harmónico do arquipélago, com constrangimento das ilhas pequenas”, defendeu.

Desde que tomou posse, Marcelo Rebelo de Sousa ainda não visitou os Açores, tendo o presidente do Governo dos Açores apresentado cumprimentos ao chefe de Estado, em Lisboa, a 14 de março de 2016.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.