Prémio Literário Dias de Melo suspenso por munícipio das Lajes do Pico e editora

Prémio Literário Dias de Melo suspenso por munícipio das Lajes do Pico e editora

 

LUSA/AO online   Cultura e Social   15 de Set de 2015, 17:06

A Câmara das Lajes do Pico e a Ver Açor Editores anunciaram hoje ter suspendido a segunda edição do Prémio Literário Dias de Melo, por os herdeiros do escritor não aceitarem a utilização do seu nome

Em declarações à agência Lusa, o presidente do município, Roberto Silva, declarou que se pretende retomar o prémio quando estiverem ultrapassadas as atuais divergências familiares relacionadas com o processo de herança.

"Quando o município das Lajes do Pico e a Ver Açor Editores decidiram criar o Prémio Literário Dias de Melo, fizeram-no claramente sem objetivos comerciais, apenas focados nos objetivos de homenagear tão ilustre patrono e de divulgar o nome e a obra do grande escritor açoriano Dias de Melo”, refere a autarquia, numa nota de imprensa.

Dias de Melo é considerado um dos maiores escritores de origem açoriana e dedicou toda a sua obra à baleação, sendo algumas das suas obras mais representativas “Pedras Negras” e “Mar rubro”.

Na primeira edição do galardão, em 2012, concorreram mais de uma centena de obras e foi unânime, entre o júri, a escolha de “O Sol Morreu Aqui”, de João Negreiros, como vencedor.

O prémio foi anunciado em 2011 como uma homenagem ao escritor nascido no Pico em que seriam atribuído cinco mil euros, de dois em dois anos, a uma obra inédita lançada nesse período.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.