Preços da habitação sobem 2,2% no 4º trimestre de 2014 e taxa anual atinge 4,3%

Preços da habitação sobem 2,2% no 4º trimestre de 2014 e taxa anual atinge 4,3%

 

Lusa/AO online   Economia   25 de Mar de 2015, 11:42

O índice de preços da habitação aumentou 2,2% no quarto trimestre de 2014 em termos homólogos e a taxa média anual foi de 4,3%, interrompendo os três anos consecutivos de quedas nos preços, segundo o INE.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), em 2014, o índice de preços da habitação apresentou uma taxa de variação média anual de 4,3%, o que significa uma interrupção da série de três anos consecutivos de quedas nos preços dos alojamentos (-1,9%, -7,1% e -4,9% para 2013, 2012 e 2011, respetivamente).

No ano passado, transacionaram-se 84.215 alojamentos familiares, ou seja, mais 4.440 alojamentos do que em 2013. O ano passado "foi o segundo ano consecutivo a registar um acréscimo no número de transações, depois do valor mínimo observado em 2012", frisa o INE.

O INE justificou o incremento do número de transações em 2014 com o comportamento dos alojamentos existentes, com estes a representarem 76,4% do total das transações, mais três pontos percentuais face ao valor de 2013.

O índice de preços da habitação registou um aumento de 2,2% no último trimestre de 2014, face ao mesmo trimestre do ano anterior, verificando-se pelo segundo trimestre consecutivo uma desaceleração nos preços.

A taxa de variação homóloga dos alojamentos novos fixou-se em 1,2%, abaixo do observado nos alojamentos existentes (2,8%).

Face ao trimestre anterior, o índice caiu 0,3% (-0,4% no terceiro trimestre de 2014), tendo sido transacionados 25.534 alojamentos nos últimos três meses de 2014, dos quais 20.093 respeitaram a alojamentos existentes, mais 5,2% que em idêntico período do ano anterior.

"Por categoria de alojamento observaram-se comportamentos opostos, com os alojamentos novos a apresentarem uma redução de preços (-2,9%) face ao trimestre anterior, enquanto os alojamentos existentes retomaram o aumento de preços (1,3%) iniciado no segundo trimestre de 2013 e apenas interrompido no trimestre anterior (-0,7%)", refere o INE.

Entre o quarto e o terceiro trimestres de 2014, acrescenta, a taxa de variação observada fixou-se nos 24,8% (4,2% no terceiro trimestre de 2014), evidenciando a tendência para o último trimestre de cada ano ser aquele com o maior número de transações.

No mesmo período, por tipo de alojamento, registaram-se taxas de variação de sinal idêntico, embora com amplitudes distintas, 27,1% para os alojamentos existentes (7,8% no terceiro trimestre de 2014) e 17,1% para os alojamentos novos (-6,5% no terceiro trimestre de 2014).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.