Pão

Preço do pão vai subir em 2012 mas apenas para suportar aumento do IVA

Preço do pão vai subir em 2012 mas apenas para suportar aumento do IVA

 

Lusa/AO online   Nacional   23 de Dez de 2011, 10:33

A indústria de panificação adianta que o pão e os bolos vão ficar mais caros em 2012, para minimizar o impacto das quebras de 30 a 45 por cento no consumo e da subida do IVA na restauração.
Sem adiantar valores, a secretária-geral da Associação do Comércio e da Indústria de Panificação, Pastelaria e Similares (ACIP), Graça Calisto admite que o aumento vai ser incontornável, mas recusa falar de aumentos.

“Não se pode falar de subida do preço, porque uma subida implica que os industriais tivessem lucro. Trata-se apenas de não ter prejuízos e de acomodar a subida do IVA na restauração de 13 para 23 por cento”, declarou.

A responsável da ACIP sublinhou que esta indústria está muito associada a negócios de restauração, acrescentando que os cafés e pastelarias estão também a sofrer os efeitos da crise.

“Há uns tempos atrás, entendemos que não era altura de fazer um aumento. Neste momento, devido à retracção do consumo, que ronda 30 a 35 por cento na padaria e 40 a 45 por cento na pastelaria, entendo que terá de haver correcções nos preços de alguns produtos”, justificou.

O aumento do IVA na restauração foi “o descalabro”. “Antes, um bolo consumido na loja era taxado a 13 por cento, agora vai ser a 23 por cento”, observou Graça Calisto, adiantando que “há casas a fechar” e “vai haver mais gente no desemprego”.
Em Setembro, a ACIP rejeitava a subida do preço do pão, apesar do preço dos cereais ter disparado 76 por cento.
Graça Calisto referiu, na altura, que os industriais da panificação, por estavam “solidários neste tempo de crise e as pessoas não tinham dinheiro no bolso”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.