Praticante de parapente e professor continuam desaparecidos na Madeira


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Dez de 2010, 12:18

O comandante da Zona Marítima da Madeira disse hoje à Lusa que as buscas para encontrar o praticante de parapente que caiu na quarta-feira no mar do Porto Moniz, costa norte da ilha, prosseguem por mar e terra.

Em declarações à agência Lusa, Amaral Frazão adiantou que “não há garantias de que seja encontrado o corpo” do homem com 30 anos, natural da República Checa, que desapareceu quando fazia parapente juntamente com dois outros praticantes da mesma nacionalidade, que conseguiram pousar apesar dos fortes ventos que sopravam na localidade, tendo caído no mar nas proximidades das piscinas naturais do Porto Moniz.

“Continuamos a fazer as buscas com uma embarcação por mar e agentes da Polícia Marítima em terra, que estão a bater aquela área porque até agora não foi encontrado o corpo”, disse Amaral Frazão.

Segundo este responsável, “há que manter alguma esperança e vamos continuar de acordo com as disponibilidades e as condições do tempo. Vamos manter alguma vigilância naquela zona”.

Referiu que o pai do desportista se encontra na Madeira.

Também não existem dados novos sobre o professor natural de Bragança que está desaparecido há uma semana, tendo o seu automóvel sido encontrado abandonado na estrada da Ribeira Grande, nas zonas altas de Santo António, no concelho do Funchal, nas imediações de parte do traçado que desabou na sequência das fortes chuvas que caíram na Madeira.

Contactado pela agência Lusa, o coordenador da Policia Judiciária, Ricardo Silva, escusou-se a comentar a situação, apontando que “será emitido um comunicado quando for oportuno”.

Desde a notícia do desaparecimento do professor que lecionava na escola do Lombo dos Aguiares na freguesia de Santo António, foram desencadeadas várias diligências pelas autoridades policiais, designadamente buscas com o recurso a cães e uma maquina para remover os detritos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.