PPM quer que Governo açoriano explique no parlamento não adoção da disciplina de história regional

PPM quer que Governo açoriano explique no parlamento não adoção da disciplina de história regional

 

Lusa/AO Online   Regional   31 de Jul de 2014, 15:21

O PPM vai solicitar explicações ao Governo açoriano no parlamento regional sobre a não implementação da disciplina de História, Geografia e Cultura dos Açores no ano letivo 2014/2015, considerando que é preciso apurar responsabilidades políticas.

 

“Vamos solicitar e desencadear o mecanismo, provavelmente uma interpelação parlamentar, sobre esta matéria no sentido de que nos seja explicado o que é que falhou e porque razão não foi concretizada a implementação da disciplina tal como foi aprovado em novembro do ano passado”, afirmou Paulo Estêvão, deputado no parlamento dos Açores e líder do PPM, em declarações à Lusa.

Num ofício enviado às escolas, a que agência Lusa teve acesso, a diretora regional da Educação, Graça Teixeira, informou, na quinta-feira, que "no ano letivo de 2014/15, a referida disciplina não será ainda alvo de implementação", contrariando o que estava previsto.

A criação da disciplina de História, Geografia e Cultura dos Açores foi aprovada em novembro pelo parlamento açoriano, por unanimidade, na sequência de uma proposta do PPM, no âmbito do orçamento da região para 2014.

“É uma decisão do parlamento que não foi respeitada e é uma decisão unânime. Há uma série de gente que será, obviamente prejudicada”, referiu Paulo Estêvão, que considerou importante “apurar responsabilidades políticas” desta situação.

Lembrando que em democracia as explicações são algo fundamental, o deputado do PPM disse que sempre considerou que “o Governo Regional estava a desenvolver todos os esforços, de forma organizada, para que o projeto se concretizasse”.

“Até ontem não tinha nenhuma notícia de que assim não fosse”, sustentou Paulo Estêvão.

Na quinta-feira, foi publicado no Jornal Oficial dos Açores um despacho que cria a comissão científica e pedagógica a quem caberá "a produção das orientações curriculares e metodológicas" com vista à criação daquela disciplina.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.