PPM apela à criatividade do futuro governo regional socialista


 

Lusa/AO online   Regional   30 de Out de 2012, 15:06

O PPM desafiou esta terça-feira o PS a ser "criativo" nos desafios que vai encontrar na próxima legislatura, salientando que a renovação pode ter sido uma "vantagem" nas eleições regionais, que os socialistas venceram com maioria absoluta.

"Creio que, se tiverem criatividade para reagir aos desafios que se colocam, e vão ser muitos em termos de administração pública, julgo que poderão fazer muito. Se ficarem ligados a tabus e a interesses, então é um sinal de preocupação", afirmou Tomaz Dentinho, em declarações aos jornalistas no final de uma audiência com o Representante da República para os Açores, Pedro Catarino, em Angra do Heroísmo.

O dirigente monárquico considerou que a renovação do PS e a sua "abertura à sociedade civil" foram uma "vantagem" em relação ao PSD nas eleições regionais disputadas a 14 de outubro, acrescentando que também podem ser positivas na governação, mas frisou que "o pensamento independente está mais limitado" porque uma parte da elite açoriana foi para o PS.

"É claro que este sinal só é bom se as pessoas que entraram independentes forem elas próprias e souberem trazer para o Governo e a Assembleia as suas posições, porque, se for uma posição subserviente, penso que aí não há vantagem nenhuma e corresponde a um novo totalitarismo que há que evitar", afirmou.

Tomaz Dentinho defendeu ainda que "há decisões muito importantes para tomar, que podem antecipar a redução de apoio que virá do exterior", salientando que "os Açores são suficientemente ricos em recursos naturais e em pessoas para dar a volta por cima".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.