Economia

PPM acusa governo usar verba poupada em subsídios para fazer campanha

PPM acusa governo usar verba poupada em subsídios para fazer campanha

 

Lusa/AO online   Regional   31 de Out de 2011, 10:21

O presidente do PPM/Açores acusou o Governo Regional de usar o dinheiro dos subsídios de férias e de Natal que não serão pagos aos funcionários da administração regional por decisão do Governo nacional para fazer campanha eleitoral.
"O Governo Regional anunciou que vai utilizar os 34 milhões de euros numa série de acções orçamentais, nomeadamente no reforço do abono de família e no apoio às empresas, mas não faz sentido que utilize neste género de medidas dinheiro que é da classe média", afirmou Paulo Estêvão, também líder nacional do PPM, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo, na Terceira.

O presidente do Governo dos Açores anunciou na sexta-feira à noite em Santa Maria que o executivo vai utilizar a receita líquida que resulta do não pagamento dos subsídios de Natal e de férias decidido pelo Governo nacional para consolidar as finanças públicas e aumentar o apoio às famílias e às empresas.

Entre outras medidas, revelou que os complementos regionais de pensão e de abono de família serão aumentados 10 por cento em 2012.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.