Pousadas da Juventude nos Açores com quase 14 mil hóspedes em 2015


 

Lusa/AO Online   Regional   5 de Abr de 2016, 08:39

As Pousadas da Juventude nos Açores acolheram em 2015 quase 14 mil hóspedes, mais dois mil do que no ano anterior, dos quais 59% foram portugueses, um "nicho de mercado" que revela potencial de crescimento, foi hoje anunciado.

 

“Tivemos 37.599 dormidas [em 2015], o que representou um crescimento face a 2014 de 29%. Significa que batemos todos os recordes em termos de dormidas”, afirmou à agência Lusa Sérgio Cabral, presidente do conselho de administração da empresa Pousadas da Juventude dos Açores, que tem a região como acionista maioritária.

No arquipélago dos Açores existem pousadas da juventude nas ilhas de São Miguel, Santa Maria, Terceira, São Jorge e Pico, que disponibilizam 357 camas em quartos individuais e múltiplos.

Sérgio Cabral adiantou que 59% dos hóspedes recebidos em 2015 eram jovens portugueses e 41% estrangeiros, sendo que destes “o maior mercado emissor foi francês”, seguido pelo “alemão, espanhol e italiano”.

Segundo disse o responsável pelas pousadas da juventude, notou-se no último ano um crescimento do número de turistas oriundos do Reino Unido, Estados Unidos da América e Canadá, “muito devido ao aumento do número de voos diretos com estes destinos”.

“O turismo jovem é um mercado com elevado potencial de exploração. Esse nicho está a assumir-se como estratégico para a região, atendendo não só às características do cliente tipo como à consciência ambiental demonstrada”, disse Sérgio Cabral, acrescentando que, em 2015, a atividade das pousadas da juventude, empresa com 35 funcionários na região, teve um lucro de 46 mil euros.

Manter a qualidade e dar o melhor apoio possível aos hóspedes são objetivos das pousadas que ganharam clientes no último ano, resultado, também, do primeiro ano da chegada das companhias aéreas de baixo custo à ilha de São Miguel.

“Não haja dúvidas de que a liberalização do espaço aéreo, associada à grande notoriedade que existe no destino Açores, veio contribuir francamente para estes resultados e já se está a refletir em 2016”, disse Sérgio Cabral.

O presidente do conselho de administração das Pousadas da Juventude dos Açores adiantou que a estrutura da ilha Terceira, inaugurada em 1995 e com 71 camas, irá “abrir na época alta totalmente renovada”.

Já a pousada de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, vai ser alvo de um investimento de meio milhão de euros, de acordo com o concurso público para a requalificação do espaço lançado este mês.

Sérgio Cabral precisou que a obra prevê a remodelação dos esgotos, eletricidade, instalação de elevador, pinturas interiores e exteriores, bem como a uniformização do mobiliário com as restantes pousadas existentes no arquipélago.

“A obra terá início no final do verão, início do outono. Irá demorar quatro meses, período em que teremos de encerrar”, disse Sérgio Cabral, esclarecendo que a remodelação geral do imóvel não prevê aumentar as atuais 96 camas.

Além da rede regional de pousadas de juventude, existe ainda nos Açores uma pousada de juventude municipal, localizada no concelho da Lagoa, ilha de São Miguel.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.