Ciência

Portugueses pouco interessados nas novidades científicas e tecnológicas

Portugueses pouco interessados nas novidades científicas e tecnológicas

 

Lusa / AO online   Nacional   21 de Jun de 2010, 11:56

Os portugueses são dos europeus menos interessados na área da ciência e tecnologia, com mais de um terço a manifestarem total desinteresse nas novas descobertas científicas e desenvolvimentos tecnológicos, revela um inquérito divulgado esta segunda-feira em Bruxelas.
De acordo com os resultados do eurobarómetro sobre a atitude dos europeus relativamente à ciência e tecnologia, 35 por cento dos portugueses dizem não se interessar de todo por descobertas científicas e progresso tecnológico, o quarto valor mais elevado entre os 27, atrás da Roménia, Lituânia (ambas com 37 por cento) e Bulgária (36 por cento).

Apenas 14 por cento dos portugueses se dizem “muito interessados” nas novidades científicas e tecnológicas, o terceiro valor mais baixo da UE (atrás da Bulgária e da Lituânia), e muito aquém da média comunitária de 30 por cento.

Os portugueses são também dos europeus que se consideram menos informados sobre as novidades relativamente à ciência e tecnologia, com somente 3 por cento a dizerem-se “muito informados” (o valor mais baixo entre os 27), 38 por cento “moderadamente informados” e 57 por cento “mal informados”, o terceiro valor mais elevado entre os 27 (atrás da Bulgária e da Roménia).

O inquérito foi conduzido em Portugal pela TNS Euroteste entre 30 de Janeiro e 16 de Fevereiro passado, junto de 1027 pessoas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.