Telecom

Portugueses aderem à lista contra publicidade no telemóvel

Portugueses aderem à lista contra publicidade no telemóvel

 

Lusa / AO online   Economia   12 de Jan de 2010, 10:34

Mais de 11 mil portugueses já se inscreveram na lista da Direcção-geral do Consumidor que rejeita a recepção de mensagens publicitárias através do telemóvel, segundo dados da Secretaria de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor.
A lista, criada em Março de 2008, começou a funcionar em Maio do mesmo ano, tendo acolhido desde então, e até à passada sexta-feira, 11.277 subscrições, disse à Lusa fonte da secretaria de Estado.

A Internet e os serviços de mensagens curtas e mensagens multimédia tornaram-se veículos publicitários atractivos, permitindo aos anunciantes chegar a um grande número de consumidores a um custo reduzido.

Apesar de já se encontrar prevista a obrigatoriedade de obtenção de consentimento prévio do destinatário para o envio de mensagens para fins de marketing directo, bem como a manutenção de listas das pessoas que manifestem o desejo de não receber aquele tipo de comunicações, o Governo considerou estes instrumentos insuficientes.

As empresas que agora pretendam recorrer a este meio publicitário estão legalmente obrigadas a consultar esta lista, não podendo enviar e-mail, SMS ou MMS aos consumidores que nela se inscreveram.

Compete à Direcção-geral do Consumidor manter actualizada a lista, alojada no Portal do Consumidor, em www.consumidor.pt.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.