Portugal vai exportar leite, produtos lácteos, ovos e pintos para Marrocos

Portugal vai exportar leite, produtos lácteos, ovos e pintos para Marrocos

 

LUSA/AO Online   Economia   12 de Abr de 2015, 23:13

Portugal vai passar a exportar para Marrocos leite e produtos lácteos, assim como ovos de incubação e pintos do dia, informou o gabinete do vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

Segundo a mesma fonte, o Governo marroquino comunicou no final da semana passada a Lisboa, que as empresas portuguesas estão habilitadas a exportar leite e produtos lácteos para aquele país norte-africano, e a autorização concedida abrange também ovos de incubação e pintos do dia. O número de empresas que aguardava os certificados para iniciar a exportação de leite e laticínios para Marrocos ronda as 35, segundo a mesma fonte, que não precisou o número de empresas avícolas que aguardam os respetivos documentos. A abertura do mercado marroquino ao leite nacional segue-se às aberturas dos mercados de Madagáscar e Chile. O certificado de exportação para o mercado de Marrocos, de cerca de 33 milhões de consumidores, surge depois de ter sido dada "luz verde" para a carne bovina. A mesma fonte disse à Lusa que o Governo considera a certificação agora concedida um sinal de abertura da parte das autoridades marroquinas, a pouco tempo da reunião de alto nível entre os dois Estados, que será “dentro de meses, mas sem dada marcada ainda”. Marrocos é o segundo cliente de Portugal em África, logo depois de Angola, e “uma aposta no reforço da presença comercial portuguesa no estrangeiro”, segundo a mesma fonte. Em março, o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, liderou uma missão empresarial ao reino aluíta, composta por 45 empresas portuguesas. A missão portuguesa visitou Casablanca e Rabat, e integrou também o secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves, e o presidente da AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), Miguel Frasquilho. Na ocasião, Portas destacou a importância do mercado marroquino e referiu que "em quatro anos", Portugal dobrou as exportações para aquele país, tendo fechado 2014 nos 600 milhões de euros, e estimou um aumento para mil milhões de euros das exportações nos próximos anos. Segundo a mesma fonte, a apresentação de pedidos de certificação e pastas técnicas para produtos agroalimentares, agroindustriais e agroflorestais portugueses em novos mercados estrangeiros tem envolvido o Ministério da Agricultura, a rede diplomática portuguesa e a AICEP.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.