Portugal sente "dor e preocupação" da Alemanha


 

AO/Lusa   Nacional   23 de Jul de 2016, 18:09

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que Portugal sente "a dor e preocupação" da Alemanha, manifestando solidariedade depois do tiroteio num centro comercial de Munique, que provocou 10 mortos.

 

“Mais uma vez, a violência e o terror surgem do nada e deixam a Europa em choque. Solidários, sentimos a dor e preocupação da Alemanha”, escreveu António Costa na sua conta pessoal no Twitter.

Um jovem alemão-iraniano de 18 anos provocou, na sexta-feira, o caos na capital da Baviera depois de abrir fogo numa zona comercial da cidade de Munique e matar a tiro nove pessoas, tendo acabado por se suicidar após o ataque.

O cadáver do autor dos disparos foi descoberto a cerca de um quilómetro do local, pelas autoridades, que em conferência de imprensa disseram que os motivos do ataque eram ainda desconhecidos.

Cinco da nove vítimas mortais do tiroteio no centro comercial de Munique eram menores de idade, segundo informações divulgadas hoje por fontes policiais da capital bávara, citadas pelos media locais.

O último balanço oficial da polícia depois do tiroteio, que aconteceu na sexta-feira, indica que 16 feridos continuam internados nos hospitais da região, três deles em estado grave.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.