Energia

Portugal poderia reduzir até 20 por cento do consumo de combustível caso os automobilistas adoptassem práticas de condução mais eficientes

Portugal poderia reduzir até 20 por cento do consumo de combustível caso os automobilistas adoptassem práticas de condução mais eficientes

 

Lusa/AO online   Economia   24 de Mai de 2010, 16:17

Portugal poderia reduzir até 20 por cento do consumo de combustível caso os automobilistas adoptassem práticas de condução mais eficientes e adequadas à tecnologia actual dos carros, concluiu um estudo apresentado hoje pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

O estudo do projecto "Eco Condução Portugal" concluiu igualmente que esta redução implicaria uma poupança anual superior a 800 milhões de euros em combustível e mais de 1.700 toneladas de dióxido de carbono. O secretário geral da ACAP, Hélder Pedro, disse que "como podemos constatar, estes dois indicadores são, por si só, extremamente importantes, para aquilo que é o objetivo do estudo, que é a necessidade de se generalizar a eco-condução, aliás, como está a ser feito em vários países da Europa". O responsável disse que 1.700 toneladas de CO2 valem 120 milhões de euros. O secretário-geral da ACAP sintetizou ainda o que é a eco-condução, dizendo que "é a ideia de, no nosso dia a dia, ter a noção de seguir orientações como sejam evitar travagens e arranques bruscos", ou seja, certas regras de condução que permitem estes ganhos no consumo de combustível. "O estudo é um alerta generalizado, por isso mesmo reunimos aqui responsáveis das forças policiais e do Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres, para que este ideia se estenda ao resto da sociedade". Este estudo está a ser apresentado hoje pela ACAP e teve coordenação científica do Instituto Superior Técnico.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.