Portugal pede aos EUA para informar "com brevidade" os trabalhadores portugueses

Portugal pede aos EUA para informar "com brevidade" os trabalhadores portugueses

 

Lusa/AO online   Regional   12 de Dez de 2012, 16:52

Portugal voltou a demonstrar "insatisfação" pela diminuição da presença militar norte-americana da Base das Lajes e pediu para que os trabalhadores sejam informados "com brevidade", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Miguel Guedes disse que a reunião da Comissão Bilateral Permanente entre Portugal e os Estados Unidos, “convocada pelo Governo português”, realizou-se na terça-feira no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, e serviu para “analisar a recente decisão do Governo americano” de proceder a uma forte redução da presença militar na Base Aérea n.º 4, Lajes, Açores.

“O Governo português reiterou a sua insatisfação com a decisão americana e manifestou forte preocupação com os seus impactos socioeconómicos, em particular para a Região Autónoma dos Açores e para a Ilha Terceira”, disse o porta-voz.

“Neste contexto, foi recordada a necessidade de o destacamento americano informar, com a maior brevidade possível, os trabalhadores portugueses que emprega sobre os seus planos de redução, bem como de garantir que os seus direitos serão integralmente respeitados”, adiantou.

Segundo Miguel Guedes, as autoridades portuguesas fizeram saber que vão continuar a seguir os trabalhos da missão técnica da Força Aérea americana que vai preparar o plano de transição para o seu novo modelo de presença e “velarão pelo cumprimento integral das disposições dos Acordos Laboral e Técnico do ACD de 1995 durante todo o período de transição (2013-2014)”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.