Portugal estuda alternativas em caso de extinção das quotas leiteiras

Portugal estuda alternativas em caso de extinção das quotas leiteiras

 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Nov de 2012, 16:24

Portugal está a trabalhar em alternativas para apresentar em Bruxelas caso o fim das quotas leiteiras seja inevitável, continuando, contudo, a defender a existência deste regime, disse esta quarta-feira a ministra da Agricultura, Assunção Cristas.

“Gostaríamos de manter as quotas leiteiras, não sendo isso possível e se se verificar que, de facto, não é possível, gostaríamos de ter alguma coisa que não nos deixe cair no vazio”, afirmou Assunção Cristas, em declarações aos jornalistas à saída do Conselho de Ministros de Agricultura, que decorreu em Bruxelas.

A ministra disse que Portugal está a “trabalhar para dar propostas concretas e ser uma voz construtiva junto da Comissão Europeia” nesta matéria.

Sem adiantar as propostas que Portugal poderá apresentar, Assunção Cristas disse apenas que estão a ser analisadas “várias hipóteses”, nomeadamente questões ligadas à produção e à manutenção da produção, bem como questões relacionadas com a forma de aumentar o valor gerado em torno do setor do leite.

“Sabemos que Portugal é autossuficiente em leite líquido, não é nos derivados do leite e, nessa matéria, também poderemos trabalhar”, argumentou.

A ministra sublinhou que Portugal continua a defender a manutenção das quotas do leite, o que reconheceu ser “difícil”, uma vez que exigirá “uma grande alteração no Conselho de Ministros para reverter uma decisão que foi tomada em 2008”.

Por isso, acrescentou, “ao mesmo tempo que mantemos essa bandeira [manutenção das quotas] e o combate político por ela, estamos a começar a trabalhar em alternativas para colocar à própria Comissão”, disse.

O fim das quotas leiteiras está previsto para 2015.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.