Educação

Portugal em risco de não atingir objectivos da paridade de género na escola


 

Lusa/AO online   Nacional   17 de Set de 2010, 15:50

Portugal é um dos 14 países, entre 157, em risco de não atingir os objectivos da paridade de género no ensino básico e secundário em 2015, segundo um relatório da UNESCO divulgado esta sexta-feira.
Publicado nas vésperas da Cimeira das Nações Unidas sobre os Objectivos do Milénio, o documento Sumário Global da Educação faz um ponto da situação sobre os progressos para a eliminação das disparidades de género em todos os níveis de educação até 2015.

De acordo com o relatório, Bermudas, Brasil, Camarões, República Democrática do Congo, Dominica, República Dominicana, Eritreia, Laos, Mali, Níger, Portugal, Sudão, Suriname e Suazilândia são os 14 países que estão em risco de não atingir a paridade de género naqueles dois níveis de ensino até 2015.

Entre os que já alcançaram este objectivo em 2008 estão vários países europeus como a Suécia, Croácia, Luxemburgo, Itália, Alemanha, França, Polónia, Reino Unido e Dinamarca, mas também Estados Unidos, Canadá, Austrália, Cabo Verde, Indonésia e Uzbequistão.

O documento da UNESCO indica ainda uma lista de quais são os países de destino dos alunos que vão estudar para fora no âmbito do Ensino Superior.

Relativamente a Portugal, os estudantes lusos preferem ir estudar para o Reino Unido, França, Espanha, Estados Unidos e Alemanha.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.