Portugal contra introdução de arroz transgénico na UE


 

Lusa / AO online   Economia   14 de Jul de 2010, 16:07

O Governo português vai votar contra a introdução de um arroz transgénico para consumo humano na União Europeia, revelou esta quarta-feira o ministro da Agricultura, António Serrano.
A União Europeia (UE) está a analisar um pedido da empresa alemã Bayer para que seja permitida a comercialização no espaço europeu do arroz transgénico LL62.

“Portugal irá votar contra, ao nível técnico e ao nível político, a entrada desse OGM [Organismo Geneticamente Modificado] em Portugal”, disse à Lusa António Serrano.

Segundo o ministro, “trata-se de um arroz que em muitas análises mostrou algumas fragilidades”.

“É um produto de entrada directa no consumo humano, com muitas reservas científicas, na nossa opinião, para além de concorrer directamente com variedades portuguesas que queremos proteger, nomeadamente o arroz carolino”, salientou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.