Portugal chegou a "triste recorde", considera o PSD


 

Lusa / AO online   Economia   17 de Fev de 2010, 14:46

O PSD considerou esta quarta-feira que Portugal chegou a um "triste recorde" histórico em matéria de taxa de desemprego e que o balanço da governação do PS são mais 150 mil desempregados.
"Os números que hoje foram divulgados quanto ao desemprego em Portugal mostram uma situação que não tem paralelo no passado. São os piores números de que me recordo em democracia. Atingimos dois dígitos na taxa de desemprego, 10,1 por cento, um recorde, um triste recorde", disse o deputado e vice-presidente do grupo parlamentar do PSD Miguel Frasquilho aos jornalistas, no Parlamento

O PSD reagiu desta forma aos números do Instituto Nacional de Estatística hoje divulgados, que estima ter havido no quarto trimestre de 2009 uma taxa de desemprego de 10,1 por cento e um total de 563,3 mil desempregados em Portugal.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.