Portugal adere a programa europeu de restaurantes certificados


 

Lusa/AO online   Nacional   19 de Dez de 2011, 17:12

A Direcção-Geral da Saúde e a Plataforma Contra a Obesidade aderiram a um programa europeu de combate à obesidade, que disponibiliza uma rede de restaurantes de comida saudável para quem recebe subsídio de alimentação em títulos.
A inicitiva Food Program é desenvolvida por uma empresa de títulos de refeição e conta com o apoio da Comissão Europeia e a parceria, em Portugal, da Direcção Geral de Saúde (DGS) e da Plataforma Contra a Obesidade.

Em comunicado, os promotores da iniciativa explicam que o objectivo “é que os trabalhadores de todos os países que recebem o subsídio de alimentação em títulos possam ter à sua disposição uma rede certificada de restaurantes que sirvam comida saudável”.

Sob o lema “uma alimentação saudável” será criado um guia que garanta uma alimentação com qualidade gastronómica e que ajude as pessoas a manterem-se saudáveis e elegantes, acrescenta a nota.

Este programa é uma das apostas da União Europeia para melhorar a alimentação da população activa e está já em vigor em Espanha, França, Itália, Bélgica, República Checa, Suécia e Eslovénia. Portugal aderiu no passado dia 14.

Além da certificação de uma rede de restaurantes, e empresa de títulos de refeição ligada a este projecto compromete-se a fazer chegar aos trabalhadores, que recebem os subsídios de alimentação através dos seus títulos, informação adicional sobre as formas de melhorar a alimentação.

Além disso, compromete-se a organizar conferências, jornadas e seminários sobre o tema e a promover a educação alimentar e nutricional nas empresas suas clientes.

Em Portugal há cerca de três milhões de adultos com peso excessivo, incluindo cerca de 400 mil com obesidade. Destes, 36 mil terão obesidade mórbida.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.