Portos das Flores e Corvo encerrados à navegação


 

Lusa/AO online   Regional   8 de Out de 2015, 15:30

Os portos das ilhas das Flores e do Corvo estão encerrados à navegação devido ao estado do tempo e às condições do mar, dependendo a reabertura da melhoria das condições atmosféricas, anunciou a Marinha.

Nos três editais emitidos e relativos aos portos de Santa Cruz e Lajes, nas Flores, e do porto da Casa, no Corvo, justifica-se a decisão de encerramento à navegação com “as condições atmosféricas adversas que se fazem sentir no grupo ocidental dos Açores”.

Os documentos, assinados pelo capitão do porto de Santa Cruz das Flores, adiantam que a decisão foi tomada após ser ouvida a empresa pública açoriana Portos dos Açores, que gere estas infraestruturas nas ilhas.

Os grupos Central e Ocidental dos Açores estão sob aviso amarelo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o segundo menos grave de uma escala de quatro, devido à agitação marítima e ao vento causados pela depressão tropical 'Joaquin'.

Segundo o IPMA, o aviso amarelo para o grupo Central dos Açores, que inclui as ilhas Terceira, Graciosa, Pico, São Jorge e Faial, vigora entre as 15:00 de hoje e as 03:00 de sexta-feira. As previsões apontam para ondas entre os seis e os sete metros.

Quanto ao grupo Ocidental (Flores e do Corvo), estão previstas ondas entre os seis e os 7,5 metros e vento com rajadas que podem atingir os 90 quilómetros por hora.

O furacão ‘Joaquin’ passou a tempestade tropical e encontra-se no Atlântico, devendo enfraquecer nos próximos dias e tornar-se numa depressão tropical.

Fonte da Proteção Civil dos Açores disse à Lusa que até ao início da tarde não se registaram ocorrências devido ao mau tempo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.