Populações das ilhas das Flores e Corvo aguardam tranquilas pelo Gaston


 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Set de 2016, 11:02

As populações das ilhas das Flores e do Corvo, nos Açores, aguardam "tranquilas" pela chegada da tempestade tropical Gaston, uma vez que estão "habituadas a tempo adverso", asseguraram hoje à Lusa três presidentes de Câmara.

 

“As pessoas estão calmas. Já estão mais ou menos habituadas a tempo adverso. Não há pânico”, afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal das Lajes das Flores, Luís Maciel, acrescentando que os serviços autárquicos vão estar ao serviço e de prontidão para “o que for preciso”.

As ilhas do grupo ocidental (Flores e Corvo) e central (Terceira, Faial, Graciosa, Pico e São Jorge) dos Açores estão hoje sob ‘Aviso Laranja’ devido à previsão de agitação marítima e vento provocadas pela passagem da tempestade tropical ‘Gaston’.

Segundo a última atualização da Proteção Civil, o ‘Gaston’ desloca-se a 46 quilómetros por hora, devendo atingir as ilhas a partir das 12:00 (mais uma hora em Lisboa).

Luís Maciel adiantou, ainda, que no concelho das Lajes das Flores foi já decidido encerrar a creche da Casa do Povo durante o dia de hoje, “por precaução”.

Já no concelho vizinho, Santa Cruz das Flores, o presidente da Câmara referiu que a população também está “calma e expectante”, sendo que o ‘Gaston’ é o tema que domina hoje todas as conversas.

“Temos já algum vento, o céu está encoberto, mas é uma situação perfeitamente normal. As pessoas estão habituadas”, afirmou José Carlos Mendes, alegando que pelas ruas, nas casas e nos espaços comerciais não se fala de outro assunto que não seja a tempestade tropical ‘Gaston’.

Segundo disse José Carlos Mendes, para já não se coloca a possibilidade de encerrar serviços municipais.

Já na mais pequena ilha dos Açores, o Corvo, onde vivem menos de 500 pessoas, o presidente da única Câmara Municipal revelou à Lusa que a população está a precaver os seus bens e a aguardar a chegada do ‘Gaston’.

“Nota-se a agitação marítima com alguma diferença, mas os pescadores e pessoas que possuem barcos já os guardaram em sítios seguros”, disse José Manuel Silva, acrescentando que, apesar de ainda não estar a chover, o céu está já muito encoberto.

A Proteção Civil nos Açores já garantiu hoje que o dispositivo “está preparado” para a passagem da tempestade tropical ‘Gaston’ pelo arquipélago.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.